5 melhores destinos internacionais para viajar em 2020

Como escolher o melhor destino para viajar em 2020? Se você já não tem um lugar dos sonhos para conhecer em mente pode contar com a indicação de especialistas.

Para o ano que vem a Condé Nast Traveller e a revista digital Insider já divulgaram as boas escolhas – ou seja, as com as melhores paisagens, roteiros e custo-benefício. E acredite, os mais famosos como a Disney ou Portugal que lota de brasileiros todos os anos não estão na lista!

Abaixo, você confere a lista dos 7 melhores destinos. Qual deles é o que te inspira mais? Deixe sua opinião nos comentários!

E antes de começar não se esqueça de conferir também o nosso conteúdo com o ranking dos melhores destinos do Brasil para quem não quer sair do país.

1 – Uruguai

Uruguai Punta del Este

O Uruguai é um país que se mostra bastante estável em meio a uma América Latina em caos – ditaduras, economias instáveis e aumento da insegurança. Por lá, entretanto, o turismo está inabalado ao cenário e prevê aos viajantes momentos de tranquilidade.

Inclusive, tranquilidade é o principal adjetivo para dar a essa viagem. Afinal, no roteiro as vinícolas, praias e visitações a locais históricos são os principais do país.

Mas não é só o roteiro encantador que faz o Uruguai  um destino que merece estar no topo desta lista , mas também devido ao custo-benefício e proximidade com o Brasil.

Na cotação oficial, R$ 1 estava valendo 9,0 pesos uruguaios (atualizado em dezembro 2019) – ou seja, compra bastante coisa. Além disso, vale muito a pena gastar no cartão de crédito internacional, pois o governo uruguaio tem uma política de devolver 18,5% do IPVA (o que compensa o custo do IOF brasileiro).

O que comer

  • Chivito: filé, queijo, presunto, bacon, ovos e batatas fritas;
  • Pancho: uma versão enxuta do cachorro-quente. Feito com pão, salsicha e molho;
  • Asado: o famoso churrasco uruguaio;
  • Mate e vinho de tannat: extremamente presentes na cultura local;
  • Dulce de leche: prove das marcas mais conhecidas como a Conaprole e Lapataia;

Onde Visitar

  • Montevidéu – capital do país e onde possui a maior parte dos pontos turísticos;
  • Colonia Del Sacramento (2h15 de Montevidéu) –  uma cidade tranquila e ideal para quem ama locais históricos. Lá está basílicas construídas em 1680;
  • Carmelo – a 1 hora da Colonia Del Sacramento, tem opções de turismo de aventura, praias de rio e vinícolas;
  • Punta Del Este -quase 2 horas de Montevidéu e a 4 horas de Colonia del Sacramento. As praias são o principal ponto turístico: La Barra, José Ignácio, Punta Ballena e outros;

Pontos Turísticos

  • Ciudad Vieja (Montevidéu) – fundamental para conhecer a história da cidade)
  • Teatro Solis e Mercado del Puerto (Montevidéu) – ficam próximas de Ciudad Vieja e podem ser visitadas no mesmo dia
  • Museo Torres García (Montevidéu) – dedicado ao maior artista uruguaio
  • Museo del Carnaval (Montevidéu)- celebra a folia uruguaia
  • Museu Andes 1972 (Montevidéu) – relembra a queda do avião uruguaio no Chile)Jardim Botânico de Montevidéu e Parque Rodó para passear;
  • Casapueblo (Punta Del Leste) – reúne o famoso Museu Taller de Casapueblo, uma galeria de arte, hotel e restaurante;
  • Plaza Independencia (Montevidéu) – reúne os maiores sínbolos do Uruguai e possui edificações históricas;
  • Catedral Metropolitana de Montévideu – principal igreja católica do país.

Melhor época do ano para visitar

A melhor época para visitação é entre dezembro e março. A temporada de primavera, entre setembro e novembro também é agradável, ainda mais para quem tem em mente ir para Colonia Del Sacramento.

Como chegar

  • Avião: fica a 2 horas de porto Alegre, 4 horas do Rio de Janeiro e 3 horas de vôo de São Paulo. As principais companhias aéreas fazem a rota;
  • Ônibus: fica a 2.000 km de São Paulo e 868 km de Porto Alegre. A viagem demora 30 horas e é um pouco cansativa. A partidas diretas das capitais do sul e sudeste do Brasil com as empresas EGA e TTL;
  • Carro: para ir de carro existem duas principais opções ou entrar no Uruguai por Jaguarão ou pelo Chuí.

Novidades para 2020

  • O Uruguai é o primeiro país da América Latina a regulamentar o uso da maconha medicinal. Já na fronteira é possível encontrar lojas autorizadas com vários apetrechos e tipos de ervas. Mas para os turistas, comprar permanece sendo ilegal;
  • Cuidado ao fazer o câmbio, no Uruguai os aeroportos podem cobrar até 20% a mais do preço do câmbio;
  • No último ranking de violência o Uruguai foi considerado um dos países mais pacíficos de se morar da América Latina, ficando no 35° lugar do ranking mundial;

2 – Marrocos

Marrocos - Morrakesh

O Marrocos se tornou um destino internacional de ainda mais reconhecimento entre os turistas. Afinal, é um bom país para quem tem interesse na cultura islâmica, mas tem medo de se aventurar por locais onde a religião é praticada de forma mais assídua ou radical.

Além disso, Marrocos está lado a lado com países Europeus e, portanto, pode ser um destino a mais para quem já vai embarcar numa viajem rumo a esses ares.

Como se não bastasse tamanha a cultura e história presente no país, o custo-benefício da viagem também é atraente ao turista. Afinal, a estadia e a comida são baratas e o câmbio para a moeda local, o Dirhan marroquino, não deve ser problema para quem ganha em real brasileiro.

O que comer

  • Gateau au miel – doce tópico que combina como lanche da tarde, feito de mal e massa;
  • Cuzcuz – com frango, milho, carne bovina ou cordeiro;
  • Tagine – mistura de verduras e carne cozida com temperos e especiarias cozidos numa cerâmica especial;
  • Harira – nome da sopa tradicional;

Onde Visitar

  • Casablanca – famosa pelo filme de mesmo nome;
  • Rabat – cidade do rei, rica e organizada, conhecida por seus templos
  • Marrakesh – principal destino e famosa por sua medina. Centro histórico do país;
  • Fez – possui um mercado e comércio muito intenso;
  • Chefchaouen – conhecida pelas construções pintadas de azul
  • Tânger – no norte do Marrocos, fica a mais de 30 km da Espanha;
  • Agadir – tem as praias como destaque.

Pontos Turísticos

  • Marraquexe – patrimônio cultural da UNESCO e um dos monumentos mais populares de Marrocos;
  • Casablanca – uma vista de tirar o fôlego com suas arquitetura em Art Deco;
  • Dunas de Erg Chebi – parte marroquina do Deserto do Saara, parada obrigatória para conhecer as dunas;
  • Fez – parte mais bem preservada do mundo islâmico no Marrocos;
  • Ait Ben Haddou – cidade fortificada e antiga;
  • El Jadida – cidade costeira e ideal para conhecer a história porteira do país;
  • Gargantas do Todra – são grandes cannyons localizados a 25 km de Tinghir;
  • Montanhas do Atlas – principais montanhas e oferecem uma vista de tirar o fôlego;
  • Rabat – dividida por duas metades completamente diferentes: de um lado, moderna, de outro, história e cheia de muralhas.

Melhor época do ano para visitar

A melhor época do ano para visitação de novembro a março, quando as temperaturas são mais amenas e até neva nas montanhas.  Os meses de verão (entre julho e agosto) são quentes, com temperaturas que ultrapassam 40°C.

Novidades para 2020

  • Cuidado com a vestimenta ao ir para o Marrocos. Se expor demais pode ser um sinal de desrespeito. As roupas não devem marcar muito o corpo e o cabelo deve estar preferencialmente preso. Para os homens está tudo liberado;
  • Mesmo sem saber o idioma é válido conhecer as principais palavras, como “shukran” (obrigada” e “salaam aleikum” para cumprimentar alguém. Isso vai te ajudar a abrir sorrisos e conversas;

3 – Costa Rica

Costa Rica - Peninsula de Osa

A Costa Rica já é popular no turismo por anos. Afinal, o país encanta pelas suas praias afrodisíacas e florestas que abrem as portas para o enoturismo e turismo de aventura. O país pequeno oferece um acolhimento quase colonial aos turistas que se aventuram a conhecer as belezas desse pedacinho da América Latina.

O custo benefício também é outro aliado de quem escolher viajar para a Costa Rica em 2020, pois o colón costa-riquenho é uma moeda desvalorizada e a hospedagem e alimentação não é cara.

O que comer

  • Casado – alimentação base composta de carne de peixe, verduras, banana, feijão, arroz e milho;
  • Gallo pinto – arroz e feijão misturado com milho e molho de natas;
  • Elote – milho servido na manteiga;
  • Chorreada – tortilha com massa fina feita de milho para comer com molhos;
  • Chifrijó – mistura de torresmo com feijão. Come-se com arroz bem temperado;

Onde Visitar

  • San José – capital da Costa Rica, centro histórico e cultural do país;
  • Monteverde – ideal para o turismo de aventura e para praticar trilhas na floresta;
  • Puerto Viejo de Talamanca – cidade de praia para curtir uma viagem de tranquilidade;
  • Liberia – capital da província de Guanacaste. Suas principais atrações turísticas são vulcões e cachoeiras;
  • Uvita – pequena aldeia no sul da Costa Rica, de lá dá para ver baleias, fazer excursões e mergulhos;
  • Puerto Limón – conhecida por parques e turismo de aventura;
  • Cartago – atrações voltadas ao turismo histórico;
  • Montezuma – cidade no sul da Península de Nicoya, ideal para mochileiros e turismo de aventura.

Pontos Turísticos

  • Vulcão Arenal  – um vulcão ativo
  • Rio Celeste – rio de água turquesa e cachoeiras
  • Parque Nacional Manual Antonio – com praias preservadas
  • Península de Osa – preferido dos turistas ligados ao surf
  • Centro de San José – centro da cidade capital, com várias atrações começando pelo Teatro Nacional, fundado em 1897;
  • Península Papagayo – lugar de alto luxo repleta de lindsa praias;
  • Monteverde Could Forest – localizado ao longo da Cordilheira de Tilarán, é um lugar que oferece de riqeuzas naturais
  • Playa Conchal – fica às margens do Oceano Pacífico e recebe o nome devido as milhares de conchas espalhadas pela areia

Melhor época do ano para visitar

A Costa Rica é um país tropical e que pode ser visitado o ano todo. Por estar próximo a costa do pacífico a melhor estação para visitaçãoé entre dezembro e abril, no tempo de seca. No lado das caraíbas não tem como escapar da chuva, pois mesmo no tempo de seca chove quase todos os dias.

Novidades para 2020

  • A Costa Rica é um país que leva o enoturismo muito a sério, afinal, 25% de seu território é de reservas naturais. Sendo assim, tome cuidado para respeitar os valores e as paisagens, deixando o mínimo de pegadas possíveis;
  • Em 2019 a Costa Rica passou o Panamá em lugares mais seguros para se viajar da América Central. A maioria dos crimes ocorrem nas parte metropolitana de San José.

4 – Inglaterra

Inglaterra - Castelo de Windsor

Viajar para a Inglaterra nunca sai de moda e em 2020 não será diferente. A atração tendência para o ano não é mais o palácio da rainha, mas sim o England Cost Path, a rota costeira mais longa do mundo.

O projeto iniciado em 2014 que une diferentes rotas tem 4.800 quilômetros ao todo e quem se aventurar vai passar por lugares que retratam o melhor da paisagem local.

Embora não tenha um custo benefício tão amigável por conta da hospedagem cara e do câmbio para o Europ, há várias estratégias que podem fazer a sua viagem para a terra da rainha dar certo em 2020.

O que comer

  • Fish and chips – uma das comidas mais típicas, o famoso peixe com batatas fritas;
  • Bangers and Mash – salsichão e purê de batatas, pode ser encontrado em diferentes versões;
  • Toad in the hole – salsichas e massas servidas com cebola roxa e molho madeira;
  • Cornish Pasty – pastel feito de farinha, batata e cebola. O recheio é de carne;
  • Bubble Squeak – rodelas de batatas e vegetais fritos;
  • Wellington Beef – filé de bife e cogumelos enrolados numa massa folhada com patê;
  • Roast Beef – carne assada (pato, porco ou cordeiro);
  • Scones – biscoitos com geleias ou manteiga
  • Torkshire Pudding – um pudim assado feito de leite e ovos.

Onde Visitar

  • Londres – capital do país e principais pontos turísticos;
  • Windsor – onde tem o castelo onde a Rainha passa os fins de semana;
  • Oxford – onde está a universidade com mais de 900 anos e sinônimo da história do país;
  • Bath – listada como um patrimônio da humanidade, é cheia de templos romanos e muita história;
  • Cambridge – cidade universitária e história, cheia de parques e história. Foi lá que passaram gênios como Isaac Newton e Charles Darwin;
  • Brighton – conhecida como a “londres à beira-mar”;
  • Canterbury – conhecida pelas famosas catedrais;
  • Nottingham – sim, o lar de Robin Hood!
  • Winchester – história, medieval, repleta de lojinhas e cafés para se aventurar no que há de mais inglês da Inglaterra.

Pontos Turísticos

  • Hyde Park – principal parque de Londres e cenário de muitos filmes;
  • Castelo de Windsor – a apenas 40 km de Londres;
  • Stonehenge – construção de pedras em círculo localizada na região de Salisbury;
  • Termas de Romandas de Bath – marca da presença do Império Romano em terras inglesas;
  • Yorshire Dales Park – região mais vedes da Inglaterra, cheia de paisagens naturais;
  • Projeto Éden – maior atração turística da região da Cornualha;
  • The Beatles Story – para quem é fã dos Beatles, esse é o museu oficial e mais completo da banda de Liverpool.

Melhor época do ano para visitar

Londres pode ser visitada o ano inteiro, pois tem um clima úmido, porém relativamente suave. A melhor época do ano é entre abril e junho ou no verão, no início do outono.

Novidades para 2020

  • Para embarcar em Londres é preciso ter o Leanding card, um formulário exigido para todo cidadão não-europeu. Esse formulário é distribuído no avião e na imigração. Não tente entrar na cidade sem ele
  • Pretende viajar para outros lugares da Europa partindo de Londres? Então use o metrô se quiser economizar. Além de uma viagem confortável vai ter muito o que ver no meio do caminho.

5 – Macedônia do Norte

Macedônia - Matka Canyon

Essa região do Balcãs ganhou um novo palco para o turismo ainda em 20189, quando a antiga região da Iugoslávia mudou de nome para Macedônia do Norte após uma rixa de longos anos contra a Grécia e Albânia. Devido ao acontecimento histórico a previsão dos especialistas é que ela volte forte para a rota do turismo internacional em 2020.

Antes do acontecimento, pouco se sabia sobre a Macedônia – a pátria de Alexandre o Grande. Mas o fato é que essa pérola da Ásia Central abriga grandes pontos turísticos.

O que comer

  • Shopska – salada composta de alface, tomate, pepino, cebolae queijo feta ralado;
  • Gemista (prato típico grego) – legumes recheados com carne moída ou arroz;
  • Goulash – clássico cozido de carne e vegetais com batatas;
  • Café turco – tem muitos estilos de pó, a maioria extra-fortes;
  • Ajyar – prato típico feito de pimentão assado;
  • Almôndegas – geralmente servidas no espeto;
  • Tavche Gravche  – feijão com berinjela, pepino, cogumelos, batattas e tomates;

Onde Visitar

  • Escórpia – capital e maior cidade do país, abriga cerca de um quarto da população e é o centro principal histórico e cultural;
  • Ohrid – beleza natural cheia de lagos e roteiros para turismo de aventura;
  • Bitola – localizada mais ao norte do país e segunda maior cidade da Macedônia. Onde fica o Parque Nacional de Pelister;
  • Stobi – cidade história mais importante da Macedônia, fundada no século VII;
  • Tetevo – cidade escondida no noroeste da Macedônia ocidental. É  principal cidade da região de Polog e um município pequeno, constutuído por aldeias;
  • Veles – apesar de ser um dos roteiros mais turísticos, é também o mais metropolitano e poluído;
  • Gevgelija – uma versão mais comercial e cheia de atraçõesc omerciais;
  • Prilepo – capital da cerveja e do tabaco na Macedônia, cheia de plantações;
  • Krusevo – escondida nas montanhas e encanta por sua arquitetura de mais de um século.

Pontos Turísticos

  • Mosteiro de St Naum (Ohrid) – um dos principais por conta de sua história e arquitetura;
  • Lago Prespa (Prespa) –  o lugar preferido dos macedônios para passar as férias;
  • Parque Nacional de Pelister (Bitola) – o mais antigo e um dos mais famosos da região;
  • Parque Nacional de Mavrovo – paisagens de ar fresco nas montanhas e uma arquitetura cheia de encantos;
  • Mosteiro de St. Jovan Bigorski – um local histórico;
  • Cânion Matka – canyon com água que dá para ver por caiaques e explorar os paredões de pedras e cavernas;
  • Tikves – região dos vinhedos e vinícolas;

Melhor época do ano para visitar

Na Macedônia o tempo é bom em todo o ano. Os meses mais favoráveis são entre Abril a Agosto. Para quem quer aproveitar o tempo quente vá entre Julho e Agosto. Já para aproveitar o frio entre Dezembro e Janeiro.

Novidades para 2020

  • Cuidado com o que você vai falar. Como o clima de pazes ainda é muito recente, dependendo de onde vai, sobretudo se falar com pessoas mais tradicionais poderá perceber ainda a rixa entre os macedônios e os gregos. Cuidado para não criar inimizades;
  • Tenha calma na hora de montar o seu roteiro, pois há muitas rotas que foram reformadas. Portanto, pesquise bem para saber se a viagem será possível;
  • Macedônia está do lado de outro roteiro imperdível para 2020: a Grécia!

Deixe seu Comentário

WebGo Content